Tudo que você precisa saber sobre o técnico em desenvolvimento de sistema

Você já pensou em seguir uma carreira na área de tecnologia da informação? Se você gosta de programar, resolver problemas, criar soluções inovadoras e acompanhar as tendências do mercado, talvez você deva considerar se tornar um técnico em desenvolvimento de sistemas.

O técnico em desenvolvimento de sistemas é o profissional que projeta, desenvolve, testa, implanta e mantém sistemas de software, utilizando as linguagens, ferramentas e metodologias mais adequadas para cada projeto. Ele também é capaz de integrar sistemas, realizar análises de requisitos, documentar processos, garantir a qualidade e a segurança dos sistemas, e oferecer suporte técnico aos usuários.

Mas o que é um sistema de software? Bem, é um conjunto de componentes que interagem entre si para realizar uma determinada função ou objetivo. Por exemplo, um sistema de software pode ser um aplicativo para celular, um site, um jogo, um sistema operacional, um banco de dados, uma inteligência artificial, entre outros.

O técnico em desenvolvimento de sistemas pode atuar em diversos segmentos do mercado, como empresas de tecnologia, indústrias, comércio, serviços, educação, saúde, entretenimento, etc. Ele pode trabalhar tanto em equipes multidisciplinares quanto de forma autônoma, como freelancer ou empreendedor.

É por isso que nós da Qualis reunimos quais são as possibilidades no mercado de trabalho para essa área tão promissora e atual. Confira:

Quais são as vantagens de ser um técnico em desenvolvimento de sistemas?

A área de tecnologia da informação é uma das que mais cresce e se renova no mundo, gerando oportunidades de emprego, renda e inovação. Segundo o relatório Future of Jobs 2020 do Fórum Econômico Mundial, as profissões relacionadas à tecnologia da informação estão entre as que terão maior demanda e crescimento nos próximos anos.

Além disso, ser um técnico em desenvolvimento de sistemas oferece outras vantagens, como:

Flexibilidade


Você pode trabalhar de forma remota, em horários flexíveis, e escolher os projetos que mais te interessam. Essa é uma das grandes vantagens de ter o computador como ferramenta principal de trabalho.

Criatividade

Você pode usar sua imaginação e habilidade para criar sistemas que atendam às necessidades e expectativas dos clientes e usuários.

Aprendizado contínuo 

Você pode se atualizar constantemente sobre as novas tecnologias, linguagens, ferramentas e metodologias que surgem no mercado. É uma área que não para de crescer.

Reconhecimento

Você pode se destacar no mercado através de prêmios e dos seus próprios softwares criados, assim como feedbacks construtivos e indicações pelo seu trabalho.

Quais são os requisitos para ser um técnico em desenvolvimento de sistemas?

Para ser um técnico em desenvolvimento de sistemas, além de gostar de tecnologia e de estar sempre no mundo digital, você precisa ter alguns requisitos básicos, como:

  1. Ensino médio completo ou em andamento.
  2. Conhecimento de lógica de programação, que é a base para aprender qualquer linguagem de programação.
  3. Conhecimento de inglês técnico, que é a língua universal da tecnologia da informação.
  4. Conhecimento de matemática, que é essencial para resolver problemas e desenvolver algoritmos.

É claro que alguns desses pré-requisitos são adquiridos com o tempo, e vão fazer parte da sua jornada tanto de aprendizado quanto de trabalho.

Além disso, é recomendável que você tenha algumas habilidades e competências, como:

Curiosidade

Você deve ter interesse em aprender novas coisas e buscar soluções para os desafios que surgem no seu trabalho.

Criatividade 

É preciso ter a capacidade de inovar e criar sistemas que sejam funcionais, atrativos e diferenciados. Muitas vezes através do feedback do usuário é possível tornar um sistema ainda mais otimizado.

Comunicação

Você deve saber se expressar de forma clara e objetiva, tanto oralmente quanto por escrito, e saber interagir com os clientes, usuários e colegas de trabalho. Por se tratar de uma área que na maioria das vezes lida com a relação desenvolvedor – usuário.

Colaboração

Também é preciso saber trabalhar em equipe, compartilhar conhecimentos, ideias e feedbacks, e respeitar as opiniões e decisões dos outros.

Organização

Saber planejar, executar, documentar e gerenciar os seus projetos, seguindo as melhores práticas e metodologias do mercado.

Autonomia

Você deve saber tomar iniciativa, resolver problemas, buscar informações e recursos, e se adaptar às mudanças e imprevistos que ocorrem no seu trabalho.

Como se tornar um técnico em desenvolvimento de sistemas?

Para se tornar um técnico em desenvolvimento de sistemas, você precisa se qualificar profissionalmente, ou seja, fazer um curso técnico na área. Um curso técnico é uma modalidade de ensino que visa formar profissionais capacitados para atuar no mercado de trabalho, em um curto período de tempo, geralmente entre um e dois anos.

Na Qualis você poderá obter esse conhecimento e se tornar um desenvolvedor completo. Temos um curso técnico focado em desenvolvimento de sistemas, e que aborda os principais conceitos, técnicas e ferramentas da área.

Entenda quais serão os conhecimentos para se tornar um técnico em desenvolvimento de sistemas

Para se tornar um técnico em desenvolvimento de sistemas, o aluno deverá aprender uma série de linguagens computacionais e conhecimentos na área da tecnologia, como:

Linguagens de programação

São os códigos que permitem criar e controlar os sistemas de software. Existem diversas linguagens de programação, cada uma com suas características, vantagens e desvantagens. Algumas das mais usadas são: Java, Python, C#, PHP, JavaScript, etc.

Banco de dados

São os sistemas que armazenam, organizam e manipulam os dados dos sistemas de software. Existem diversos tipos de banco de dados, como: relacional, não relacional, orientado a objetos, etc. Alguns dos mais usados são: MySQL, Oracle, MongoDB, etc.

Desenvolvimento web

Envolve a criação, o design, a programação e a manutenção de sites e aplicações web. Também faz o uso de linguagens, ferramentas e frameworks específicos, como: HTML, CSS, JavaScript, Bootstrap, Angular, React, etc.

Desenvolvimento mobile

É o conjunto de atividades que envolvem a criação, o design, a programação e a manutenção de aplicativos para dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Envolve o uso de linguagens, ferramentas e frameworks específicos, como: Java, Kotlin, Swift, Flutter, React Native, etc.

Desenvolvimento de jogos

Conjunto de atividades que envolvem a criação, o design, a programação e a manutenção de jogos eletrônicos para diversas plataformas, como computadores, consoles, dispositivos móveis, etc. Envolve o uso de linguagens, ferramentas e frameworks específicos, como: C#, C++, Unity, Unreal Engine, etc.

Inteligência artificial

Ramo da ciência da computação que estuda e desenvolve sistemas de software capazes de simular e ampliar a inteligência humana, realizando tarefas como: reconhecimento de voz, imagem e texto, aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural, etc. Envolve o uso de linguagens, ferramentas e frameworks específicos, como: Python, R, TensorFlow, PyTorch, etc.

Segurança da informação

É o conjunto de medidas e práticas que visam proteger os sistemas de software, os dados e as informações contra ataques, invasões, fraudes, roubos, etc. Envolve o uso de conceitos, técnicas e ferramentas específicas, como: criptografia, firewall, antivírus, etc.

Além disso, um curso técnico em desenvolvimento de sistemas também aborda outras disciplinas importantes para a formação do profissional, como:

Lógica de programação

É a disciplina que ensina os fundamentos do pensamento computacional, ou seja, a forma de raciocinar e resolver problemas usando algoritmos, estruturas de dados, fluxogramas, pseudocódigos, etc.

Inglês técnico

Disciplina que ensina o vocabulário, a gramática e a pronúncia do inglês aplicado à área de tecnologia da informação, facilitando a compreensão e a comunicação dos profissionais da área.

Matemática aplicada

É a disciplina que ensina os conceitos e as aplicações da matemática na área de tecnologia da informação, como: álgebra, geometria, cálculo, estatística, etc.

Empreendedorismo

É a disciplina que ensina os conceitos e as práticas do empreendedorismo na área de tecnologia da informação, como: identificação de oportunidades, planejamento, gestão, marketing, finanças, etc.

Onde fazer um curso técnico em desenvolvimento de sistemas?

Se você quer fazer um curso técnico em desenvolvimento de sistemas, você precisa escolher uma instituição de ensino que ofereça esse curso, que seja reconhecida pelo MEC e que tenha qualidade e credibilidade no mercado.

Uma das melhores opções é a Qualis Ensino. Oferecemos cursos nas áreas de tecnologia, saúde, gestão e indústria, com uma metodologia de ensino inovadora, prática e atualizada.

A Qualis Ensino tem um curso técnico em desenvolvimento de sistemas que é ideal para você que quer se tornar um profissional qualificado e preparado para os desafios da área. O curso tem duração de 18 meses, com carga horária de 1200 horas, divididas em três módulos.

O curso conta com professores experientes e capacitados, que ensinam os conteúdos de forma dinâmica e interativa, usando exemplos, exercícios, projetos e casos reais. Além disso, o curso oferece aos alunos acesso a laboratórios equipados, material didático digital, certificados parciais por módulo, orientação profissional e encaminhamento para estágio e emprego.

Comece agora mesmo a sua carreira na Qualis, faça a sua matrícula ou entre em contato conosco para saber mais informações sobre o curso de desenvolvimento de sistemas e outros!

Fique por dentro das últimas novidades

Inscreva-se agora e receba boletins semanais com materiais educativos, novos cursos, notícias interessantes, livros populares e muito mais!